Pages

Subscribe:

quinta-feira, 12 de fevereiro de 2015

Ocupamos! Poema direto da ocupação da Assembleia Legislativa do Paraná

Fabiano Stoiev 

A greve se fortalece com mais professores aderindo à ocupação da Assembleia Legislativa enquanto outros estão liberando cabines de pedágio nas estradas.

A PM tentou desalojar os professores. A tropa de choque cercou os manifestantes dentro da Assembleia e tomou o controle da situação por alguns instantes com gás de pimenta e bombas de gás. Entretanto, com uma pressão de massas, por fora e por dentro, sobre a tropa de choque, os manifestantes retomaram o controle da Assembleia e cercaram o prédio onde estavam os deputados.

O governo de Beto Richa (PSDB) está acuado, outras categorias entram em greve e, inclusive, mulheres de policiais estão aderindo à ocupação.



Sim, ocupamos

Para honrar a memória de noss@s companheir@s, que em tempos não muito distantes, já experimentaram o gosto seco da fumaça, a covardia das balas de borracha, o choque brutal da cavalaria;

Sim, ocupamos
Porque ainda trazemos na lembrança os protestos de fome, no tempo das promessas pós-modernas de simulacros neo-pedagógicos - acompanhadas da fome real e miserável dos abonos.

Sim, ocupamos
Porque nos recusamos a esquecer os anos das lutas e das pequenas conquistas, que se acumulam quase imperceptivelmente, mas trazem um sabor melhor à vida.

Sim, ocupamos
Para lembrarmos que nunca conseguimos lutar sozinhos. Lutamos por um futuro melhor para os filhos da classe trabalhadora, ameaçados pelo desmonte do ensino público, pela mesquinharia dos cortes, pela economia dos projetos, pela pedagogia para a miséria.

Sim, ocupamos
Pelos irmãos e irmãs de classe, funcionários do povo, que como nós, têm seus direitos roubados, seus pagamentos reduzidos e seu futuro tornado incerto, recebendo em troca a afronta dos auxílios escandalosos concedidos aos amigos do rei.

Sim, ocupamos
Pelos 39 mil PSS demitidos. Pela carreira. Pela previdência. E por todos os itens de uma pauta sempre extensa, porque quase nunca é atendida.

Sim, ocupamos
Porque a Comissão Geral é o avesso da democracia. É fazer um pacto com o autoritarismo. É flertar com uma ditadura de endinheirados, que fazem da Casa do Povo uma piada a ser contada nos seus jantares.

Sim, ocupamos
Não porque temos gosto por derrubar portões, já que somos muito educados para isso. Mas invadimos porque lembramos. E queremos, com isso, ensinar uma nova lição a nossos alunos: a de que não precisamos nos dobrar aos poderosos.

Por isso, ocupamos. E por essa coragem, seremos lembrados. 


*Fabiano Ostoiev é um dos dirigentes da greve dos professores no Paraná. Participa da direção do núcleo Curitiba Norte da APP.

fonte: site EM

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Licença Creative Commons
Este obra foi licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution-ShareAlike 2.5 Brasil.