Pages

Subscribe:

sábado, 7 de fevereiro de 2015

A verdade sobre a crise da Petrobrás.

A atitude criminosa da grande imprensa  brasileira não tem limites nem precedentes. Seu comportamento  atual superou e muito sua conduta vergonhosa e criminosa de outrora.

Nos dias atuais nessa imprensa   fala-se, inventa-se, difama-se, tergiversa-se (  é quando o sujeito inventa uma  desculpa ou  um pretexto para   escapar de alguma  situação  que não  lhe agrada);  numa escala  inimaginável.  Agora, por exemplo, ela  se ocupa em disseminar   e fomentar  o ódio por meio da desinformação, atingindo  em sua maioria  parte da  população  que   caminha  sob o controle imperceptível das máfias midiáticas.    E ainda há  aqueles  frágeis e medíocres  de  plantão nas redes sociais   disseminando um ódio    descompassado, ilógico   e até mesmo  assustador.

O que  se tem falado sobre a  crise da Petrobrás na verdade  é uma cortina,   criada  pelos entreguistas  de plantão  em conluio com criminosos internacionais  e retransmitida   com uma frequência  muito forte pelos  escribas de aluguel    da  grande imprensa brasileira balizada pelas organizações globo.

A corrupção  envolvendo  diretores da empresa e as empresas  construtores  precisa,  sem dúvida alguma, ser punida.  O que  vier além disso é  tentativa de golpe. Esconder   o verdadeiro quadro   em que se encontra a empresa é  outra manobra sórdida  daqueles que querem destruí-la.  Isso não seria um crime?

É simples: os  patrões mandam e eles obedecem cegamente.  É  profundamente  lamentável a qualidade dos profissionais dessa área no Brasil. Mas, felizmente,    há algumas pequenas   e honrosas exceções.

 Tudo para   esconder o verdadeiro objetivo :  tentar privatizar a Petrobrás   como  buscam   ansiosamente os parasitas do capital externo   e seus lacaios históricos presentes  na história do Brasil.


 As informações  trazidas pelo vídeo que segue por  João Antônio de Moraes  ( FUP), e observe que ele não falou tudo,   sugerem algo próximo a isso.  Acredite, isso é certo, esse tipo de notícia não se vê  na imprensa do Brasil.         Por quê?    Assista ao vídeo e  veja a  resposta bastante clara a essa pergunta.



prof jeovane .

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Licença Creative Commons
Este obra foi licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution-ShareAlike 2.5 Brasil.