Pages

Subscribe:

quinta-feira, 4 de agosto de 2011

Manifestações de estudantes no Chile são reprimidas com intensa violência pelo governo de Sebastián Piñera.



Foram detidos 197 estudantes durante os protestos realizados hoje em diversas partes do capital, e em diversas cidades do Chile, de acordo com uma avaliação preliminar divulgada por fontes oficiais. Há indícios de que os números reais sejam muito maiores. A Metropolitan intendenta Cecilia Pérez, justificou as detenções por motivos de prevenção de desordem pública e antes de restrição da ordem. ( deve tratar-se de um atenuante verbal – um colóquio flácido para acalentar bovinos )

No entanto, porta-vozes de organizações estudantis condenaram tais atitudes. Paloma Muñoz, da Federação dos Estudantes Secundários, condenou a repressão policial como catastrófica, com a prisão de muitos dos seus pares. "reprimiran- nos, bateram-nos e lançaram gás lacrimogêneo, porque o governo está disposto a cumprir com certas demandas que exigem dos alunos ", denunciou Muñoz. a porta-voz disse ainda que seu país tem um déficit de educação, e que as suas reivindicações são justas. O ministro do Interior, Rodrigo Hinzpeter baixou um decreto que foi muito questionado e que será aplicado para dissolver protestos. Um projeto que foi buscado e inspirado no ex- ditador Augusto Pinochet (1973-1990).

Vários líderes do movimento estudantil, disseram que os métodos repressivos usados pela polícia lembram indubitavelmente aqueles dias escuros e vergonhosos para o país. As disposições aplicadas, e pelo fato de dar a polícia prerrogativas com amplos poderes para dissolver manifestações e até mesmo para negar a permissão, é algo extremamente preocupante. Especialistas acreditam que tais mecanismos violam o artigo 19 da Constituição do Chile, que inclui o direito de reunião pacífica sem permissão e sem armas. É, esse filme nós já conhecemos bem.

O governo de Sebastián Piñera vem mostrando a cada dia a sua verdadeira face. Por falta de avisos é que não foi. Vários setores da imprensa livre vinha noticiando e alertando para o fato da população chilena despejar os seus votos num representante do grande capital e ligado ao passado tão cruel que tanto vitimou e envergonhou a população daquele país na citada ditadura de cunho nazifascista.

Não será nada estranho se, nos próximos capítulos dessa história, nos depararmos com ações extremamente anti-democráticas e vis, por parte do governo chileno, e que se aproximarão cada vez mais, infelizmente podemos nos deparar com isso, dos lamentáveis episódios que têm suas origens nos terrenos ainda férteis da extrema –direita com seus famigerados estilos habituais que sempre assustam. Muito recentemente tivemos um exemplo clássico desse fenômeno condenável. E tem pessoas que acham que eles não voltam mais.

Os acontecimentos últimos na América latina que levaram a vitória governos de cunho pró esquerda são um aviso que, há anos tem deixado os governos do hemisfério norte em alerta. Washington sempre fez sua parte. Sebastián é um aliado dessa gente que sempre olhou nos com grande desdém, freqüência mecanicista e uma frieza assaz anunciante. A razão continua sendo um forte e até infalível guia das descobertas e do conhecimento e prosseguirá influenciando a juventude com seus sonhos e percepções várias que, a propósito, brotam nas mentes de incansáveis defensores das liberdades e estes, aqui ou alhures, em qualquer lugar de nosso planeta continuam acreditando no caráter da raça humana. E todos eles, envolvidos pela mágica da dedicação de suas existências a esses ideais, prosseguem na labuta e em defesa do que é justo e certo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Licença Creative Commons
Este obra foi licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution-ShareAlike 2.5 Brasil.