Pages

Subscribe:

domingo, 29 de maio de 2011

Grande manifestação popular en Venezuela em defesa da soberania nacional e da empresa estatal PDVSA!



Com a convocação de gigante manifestação em defesa da empresa de Petróleo da Venezuela e frases como: “ Respeito a Venezuela”, milhares de trabalhadores afirmam e sustentam que não permitirão que atentem contra o patrimônio do povo Recentemente os EUA emitiram sanções contra a PDVSA, a grande empresa estatal de Petróleo do país.

Trata-se de mais uma agressão do imperialismo estadunidense contra o regime democrático instalado na Venezuela. Os trabalhadores se organizam sobretudo para rechaçarem posições conservadores de setores internos que aproveitam-se do momento para se voltarem contra a grande empresa de Petróleo do país. Há uma tentativa, orquestrada pelos EUA, de criar um clima de descontentamento interno na Venezuela visando as eleições do próximo ano. Outras armações de Washington virão ao encontro desse ardil plano. Este filme já vimos aqui no Brasil. O enredo é o mesmo. Os finalmente, todavia parecem não serem bons para os ianques da paz.

“ Não podemos aceitar aposição apátrida da oposição venezuelana. Aqui estamos nos trabalhadores para defender nossa indústria. Não vamos permitir novamente que atentem contra nosso patrimônio”, disparou um operário fazendo uma referência a sabotagem petroleira perpetrada por setores da direita venezuelana em 2002 que gerou perdas milionárias para o país.

No outro estremo da cidade, na Plaza O’ Leary, local onde se concentrará a marcha, trabalhadores da indústria oriundos de diferentes parte do país, manifestarão seu apoio as ações e práticas do governo venezuelano para romper a hegemonia imperial e construir, assim um mundo pluripolar.

A revolução Bolivariana incomoda o governo de Washington. A Venezuela tem comercializado seu petróleo com países que, historicamente, sempre foram excluídos,pela política criminosa e terrorista dos EUA perpetrada em várias partes do globo.

A teoria da Interpretação Econômica da História de Marx e as concepções então contidas nas ações políticas de Chavez, que tem norteado a direção da sociedade, possuem ingredientes diversos que, a partir da perspectiva dos EUA, são avassaladoras e inaceitáveis.

A finalidade de uma teoria é dar-nos uma visão de conjunto, no verdadeiro sentido do termo. Esta nova complexidade é porém,tamanha que confunde a mente do homem comum. É sabido que os avanços que a esquerda filosófica demonstrou e lega a a humanidade não são de fácil e rápida compreensão como imaginamos. Todavia, aqueles que se acham nas galerias e que só tocam nestes temas com maior cautela, deviam exultar com o cartel de idéias novas e não protestar contra elas. “ Os homens não são animais em pé”,afirmava Francis Bacon, “ mas sim deuses imortais!” Consideremos o fato como o teorista se aproxima dos fatos, Marx o fez com os requintes que as circunstâncias exigiam. Não o faz do plano pré concebido, nem tenta metê-los a força no “leito de Precusto” de uma ordem arbitrária. Ele não as deforma nem as rejeita, desgostado por achá-los intragáveis.

Pelo contrário deve alegrar-se a sua complexidade; e a despeito de seu vulto que parece indigerível, das minúcias infinitas, tem de ter satisfação em atacar os problemas do mundo com a notável capacidade humana de penetração.

Como afirmou certa ocasião aquele notável ... “O homem primitivo”, disse com agudeza o professor Frederic Soddy, “ morria regelado em cima de veios de carvão e fanava-se de fome ouvindo o escachoar de cascatas que trabalham hoje para nos alimentar”. Viva o povo venezuelano! Viva a teoria do Socialismo Científico! Vivamos a revolução bolivariana e que o petróleo da grande bacia do Orenoco sirva para reforçar essa concepção de mundo, mesmo que do outro lado estejam o mais terrível dos algozes vociferando o oposto!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Licença Creative Commons
Este obra foi licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution-ShareAlike 2.5 Brasil.