Pages

Subscribe:

sexta-feira, 27 de maio de 2011

Funcionários do Metrô, CPTM e Sabesp entram em greve nesta Quarta-feira!



Em assembleias realizadas nesta quinta-feira, os funcionários do Metrô, da CPTM e da Sabesp de São Paulo decidiram entrar em greve a partir do dia 1º de junho.

No caso dos metroviários, uma nova assembleia foi marcada para o dia 31/05 para preparar a paralisação, segundo o sindicato da categoria.

Os metroviários reivindicam melhores salários e investimentos no Metrô. Segundo o sindicato, já aconteceram cinco reuniões de negociação, que não chegaram a resultado satisfatório.

Os metroviários reivindicam aumento salarial de 10,79% e a proposta do Metrô é de reajuste de 6,39%.

Além do aumento, o sindicato pede equiparação salarial dentro da categoria, participação nos resultados e licença maternidade de 180 dias.

O Metrô informou que acionará o PAESE (Plano de Apoio entre Empresas de Transporte frente a Situações de Emergência) para minimizar os transtornos causados pela greve.

Segundo a companhia, com o anúncio de greve, a SPTrans deverá readequar as linhas de ônibus para assegurar o transporte de passageiros ao centro da cidade.

O Metrô afirma que continuará negociando com os sindicatos e diz que considera precipitado o anúncio de paralisação.

FERROVIÁRIOS

De acordo com o sindicato dos ferroviários a proposta da CPTM, apresentada no dia 18, foi rejeitada pela categoria, que quer reajuste real de 5% nos salários, dentre outras reivindicações.

O sindicato diz que, de segunda a quarta-feira serão realizadas novas assembleias para analisar possíveis novas propostas da CPTM.

SABESP

Os trabalhadores da Sabesp também decidiram por greve em assembleia realizada hoje. As reivindicações são reajuste salarial de 7,33%, aumento real de 20,1%, 25,34%, a reimplantação do Adicional por Tempo de Serviço e "100% de garantia no emprego".

A Sabesp, segundo o sindicato da categoria, oferece reajuste de 6,39%. No dia 30 de maio, o sindicato se reúne mais uma vez com a Sabesp para negociação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Licença Creative Commons
Este obra foi licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution-ShareAlike 2.5 Brasil.