Pages

Subscribe:

segunda-feira, 11 de abril de 2011

Yuri Gagarin! O primeiro ser humano a ir ao espaço. Cinquenta anos atrás ! O mundo não se esqueçerá de seu corajoso feito!


No ano de 1957, exatamente no dia 3 do mês de novembro a ex URSS lançava da base de Baikonur, na Ucrânia, o Sputnik 2 e, a bordo, o primeiro ser vivo a caminho das estrelas. Uma cadelinha chamada Kudriavka, da raça Laika, foi lançada ao espaço e não voltou viva devido a um problema de aquecimento, no compartimento onde ela se encontrava, no momento em que a nave entrava na atmosfera. O mundo todo reclamava dos russos,afinal de contas eles eram comunistas! Os Eua, aproveitando-se do fato, incitou multidões pelos quatro cantos da terra, a escreverem para os russos condenando o feito. Nuitos inclusive, sugeriram que ao invés da cadelinha por que a URSS não enviou o então secretário e governante maior Nikita Kruschev em seu lugar. Mas a verdade era bem outra, os Eua não estavam preocupados com a morte de Kudriavka- em russo crespinha-, estavam sim remoendo o fiasco de sua derrota diante de mais uma vitória dos russos, e o que é pior, num campo importantíssimo. O significado científico de tal feito poderia fazer com que os soviéticos levassem uma bomba, através do foguete espacial, capaz de atingir Washington, era o que diziam os norte-americanos mais afoitos. Somente na cabeça de um desinformado é que poderia caber uma asneira dessa magnitude,e, infelizmente nos Eua tinha um montão desses tipos. Kudriavka não conseguiu voltar, mas Belka e Strelka - os ckamados cães estelares-conseguiram a proeza de voltarem a terra sãos e salvos a bordo do Sputnik-5, em 19 de agosto de 1960, num vôo de mais de 25 horas realizando 17 voltas ao redor da terra. Os dois cães, ao voltarem, viraram estrelas. O ocidente pouco ou nada falou sobre este acontecimento! O Sputnik seria o protótipo da nave Vostok que levaria em seguida Yuri Gagarin em sua espetacular e inesquecível façanha de ser o primeiro humano a ir ao espaço e voltar inteiro exatamente como partiu no dia 12 de Abril de 1961. O mundo depois de Gagarim ter partido e voltado não seria o mesmo, ao menos, para os cientistas dessa seara! A experiência de Gagarin havia superado todas as expectativas.
Nos preparativos para o cinquentenário da ida de Yuri ao espaço, foi preparada uma nave Soyz TMA que recebeu o nome do cosmonaurta russo. Tais preparativos envolvem outros países que aguardam ansiosos pelo dia 12 de abril próximo. A tripulação dessa mais nova aventura é formada por sete cosmonautas: o comandante Alexander Samokutiaev, o engenheiro de bordo Andrei Borisenko,e o astronauta da NASA Ronald Garan. Eles se somarão ao italiano Paolo Nespoli a norte-americana Catherinne Coleman e, finalmente, ao russo Dimitri Kondratiev. Há trabalhos que vem sendo desenvolvidos,a mais de três meses, em órbita nos preparativos para a festa dos 50 anos do vôo de Gagarin. A expedição jubilar voltará a bordo da nave Soyz, afirmou Alexander Koslovtsev que dirige os preparativos da nave. Na fuselagem dianteira da mesma estará uma foto de Gagarin aplicada com uma tintura com efeitos especiais. A tripulação fará experimentos científicos , e foi batizada de " Furacão " estudará previsões de calamidades naturais em diversas regiões do nosso planeta. A tripulação em festa,e no clima do evento mundial, concedeu a imprensa entrevista muito a vontade e com bastante confiança, inclusive fazendo brincadeiras sobre "entrevistarem extraterrestres". A célebre frase do menino russo, filho de pessoas muito simples,a "Terra é azul", ainda nos envolve de fortes emoções. -colaboração Ria novosti-

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Licença Creative Commons
Este obra foi licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution-ShareAlike 2.5 Brasil.