Pages

Subscribe:

quarta-feira, 26 de junho de 2013

Governo do Equador decide conceder asilo político a ex-consultor da CIA


Chancheler do país disse que o asilo foi concedido porque ex-funcionário corre "perigo de perseguição" nos Estados Unidos




O ministro das Relações Exteriores do Equador, Ricardo Patiño, confirmou a concessão de asilo ao estadunidense Edward Snowden, ex-agente da NSA (sigla em inglês para Agência Nacional de Segurança dos Estados Unidos). Snowden é acusado pelo governo estadunidense de revelar arquivos secretos de Washington que comprovam monitoramento de comunicações na internet e em chamadas telefônicas.

Patiño afirmou que o governo equatoriano acredita que Snowden corre "perigo de perseguição" nos EUA. “O homem que tentou dar transparência aos fatos que afetam a todos é perseguido por aqueles que deviam dar explicações aos governos e aos cidadãos”, disse o chanceler.

Snowden enviou carta oficial ao presidente do Equador, Rafael Correa, para pedir asilo. O chanceler leu parte da correspondência, na qual o estadunidense diz que pode ser "preso e executado" sob a acusação de espionagem pelas autoridades dos Estados Unidos.

Segundo o chanceler equatoriano, não existe temor de possíveis represálias feitas por Washington ou que a relação entre os países fique estremecida, pois “o Equador atua sempre por princípios, e não pelos seus próprios interesses. Existem governos que atuam apenas pelos seus interesses. Nós não fazemos isso. Nó cuidamos dos direitos humanos".

O grupo Wikileaks disse ontem (24) que ajudou Snowden a sair de Hong Kong em segurança. Em 14 de junho, os EUA apresentaram três acusações de espionagem e roubo de propriedade governamental contra ele e exigiram de Hong Kong sua extradição imediata.

Em sua conta no Twitter, o Wikileaks informou que "ajudou no asilo político" do ex-técnico da CIA, "facilitando documentos de viagem e uma saída segura de Hong Kong rumo a um país democrático". Em um texto divulgado ontem pelo Wikileaks também no Twitter, Assange afirmou que a acusação apresentada pelos EUA contra Snowden "está destinada a intimidar a qualquer país que possa estar considerando defender seus direitos". (com informações da Agência Brasil)

  Fonte:   site opera mundi e Brasil de Fato- foto: Reprodução

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Licença Creative Commons
Este obra foi licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution-ShareAlike 2.5 Brasil.