Pages

Subscribe:

sábado, 3 de setembro de 2011

Governo de SP retira mais de R$ 78 milhões da Secretaria de Segurança.



E a tucanagem prossegue com suas mazelas , disparada e extremamente, condenáveis. Hipocritamente manipulam números e criam nebulosas na peça orçamentária. Seguindo a cartilha neoliberal numa das piores e mais nefastas roupagens, contam com a calada da grande imprensa golpista.

Se atentarmos, e não há como não fazê-lo, para suas irmãs internacionais que acabaram de contribuir para com as ações criminosas da OTAN, e muito recentemente, com as investidas imorais na região dos eslavos do sul, fica uma pergunta que também não cala: Até quando a humanidade continuará a mercê dessas máfias midiáticas?

Há décadas, muitos sabem disso, o PSDB vem destruindo o estado de São Paulo. Não é possível que o ordenamento jurídico, e seus intérpretes mais renitentes e frequentes, continuem com esse perfil notadamente desacreditado anunciando elevado crescimento da desconfiança dos cidadãos da presença de alto grau de venalidade e promiscuidade entre os poderes Executivo e Judiciário.

Esse é o estado do PSDB onde a Segurança Pública, da mesma forma que a Educação e a Saúde, vem se deteriorando celeremente com a cumplicidade,como foi dito, da grande mídia golpista.

*************************************************************************************************************************

com informes do site PT- SP estadual
A população do Estado de São Paulo assiste acuada ao crescimento da criminalidade. Os ataques a caixas eletrônicos aumentam assustadoramente. Levantamento da imprensa apurou que, de janeiro até agora, 105 casos de ataques a estes equipamentos aconteceram no período noturno, somente na Região Metropolitana de São Paulo. Foram 50 ações na Capital e 55 na Grande São Paulo. Em 72 dos 105 casos, os bandidos utilizaram explosivos; e em 36 deles as máquinas estavam instaladas dentro de supermercados. O interior do Estado também tem sofrido com este tipo de crime.

O governo do Estado permanece omisso. Faltam investimentos em inteligência policial, essencial na prevenção e repressão ao crime organizado.

O orçamento da secretaria para 2011, previsto em lei, era de R$ 11,9 bilhões. De janeiro até agora, o governo tucano retirou mais de R$ 78 milhões para suplementar outros órgãos do Estado.

“Este é o reflexo da falta de uma política de Segurança Pública para o Estado de São Paulo”, destaca o líder da Bancada do PT na Assembleia Legislativa, deputado Enio Tatto.

Riscos ao cidadão

Nas explosões dos caixas, além do intolerável crime ao patrimônio, os bandidos expõem o cidadão comum ao risco de perder sua vida, em uma destas explosões.

Os caixas eletrônicos fora dos bancos que, antes, eram uma comodidade para a pessoa que, em qualquer horário, e em vários pontos comerciais, poderia retirar dinheiro. Agora, está o comércio sob o risco de ser alvo de uma explosão, seus funcionários, os frequentadores e as pessoas passam ou moram no entorno.

Só nas últimas 48 horas

Quatro caixas eletrônicos foram atacados por criminosos, na madrugada desta quinta-feira (1/9). Dois na Zona Sul da Capital, um no município de Jacareí e outro em Rio Claro. Em todos os casos, os bandidos explodiram os caixas, estavam fortemente armados e conseguiram fugir levando parte de dinheiro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Licença Creative Commons
Este obra foi licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution-ShareAlike 2.5 Brasil.