Pages

Subscribe:

sábado, 3 de setembro de 2011

Salário mínimo proposto para 2012 respeita acordo, dizem centrais.



A valorização do Salário Mínimo tem sido uma constante desde que o Partido dos Trabalhadores assumiu a presidência da república. No governo Lula os ganhos, mais do que reais, aceleraram a retomada do poder de compra do mínimo que, “dantes”, - nos governos do PSDB ( governo do pior salário do Brasil )- experimentava apertos e acentuadas perdas. Uma gritante imoralidade que a imprensa , na cumplicidade que vivia, pouco ou nada falava. Dilma, dando continuidade ao modelo de seu antecessor, prossegue com a aceleração do salário dos trabalhadores que ascende, axiomaticamente, fortalecendo as expectativas depositadas no governo e contribuindo para que o país continue avançando na busca de indicadores, cada vez mais consistentes e co- responsáveis pelo bem estar social da população.

No episódio recente das últimas eleições presidenciais ficou assaz claro as relações, mais do que profanas e portanto desprezíveis, entre a grande mídia e o seu candidato tucano José Serra quando este demagogicamente se referia ao mínimo prometendo R$ 600 reais na contrapartida do mínimo do governo, resultado de acordos entre os trabalhadores, através das centrais sindicais, que aproximava-se dos 600 reais. Há acenos, para o futuro, que sugerem um equacionamento ao menos razoável para aqueles que recebem valores acima do mínimo. As Centrais Sindicais confirmam que o diálogo, com o governo, tem se mantido dentro da normalidade.

Entrementes nos estados governados pelo PSDB: ... reduções orçamentárias, atropelo as leis trabalhistas, inexistência de diálogos com as entidades que representam os servidores públicos, violência aos movimentos populares,.....

************************************************************************************************************************
Fonte site PT- SP-
O salário mínimo de R$ 619,21 proposto pelo governo no Orçamento Geral da União de 2012 respeita o acordo feito entre as centrais sindicais e o governo da presidenta Dilma Rousseff, na avaliação de sindicalistas. Para o presidente da Central Única dos Trabalhadores (CUT), Arthur Henrique, a fórmula de valorização do salário mínimo é uma conquista dos trabalhadores.
Da Agência Brasil

“Sabemos que, no governo [do ex-presidente] Lula, construímos a proposta de valorização do salário mínimo [inflação do último ano mais a variação do Produto Interno Bruto - PIB]. Ela é que vai garantir que se tenha, ao longo do tempo, um aumento real, de forma que se possa chegar ao proposto pelo [Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos] Dieese ”, disse Arthur Henrique.

O valor ideal para atender às necessidades básicas do cidadão, calculado pelo Dieese, com base no que a Constituição Federal determina, é R$ 2.500. Esse montante deveria cobrir despesas como aluguel, alimentação, lazer, entre outras.

Arthur Henrique ressaltou que o valor definido no projeto de lei orçamentária ainda é uma proposta, pois os números da inflação não estão fechados. “Esse valor proposto é uma referência, porque o Orçamento é com base em perspectiva. Temos que esperar até dezembro para saber qual o valor da inflação e somar o valor do crescimento do PIB, que é 7,5%, e calcular o valor do mínimo”, explicou.

Para o secretário-geral da Força Sindical, João Carlos Gonçalves, o Juruna, o valor do salário mínimo contido no Orçamento respeita o acordo feito com as centrais. O próximo passo é discutir o aumento para os aposentados que ganham acima do salário mínimo. “As outras centrais sindicais e os sindicatos de aposentados vão buscar com o governo uma negociação para que haja uma recuperação das perdas daqueles que ganham acima do mínimo”, disse. Contudo, ainda não há uma proposta fechada sobre qual deveria ser o aumento do salário para os aposentados.

Ele disse ainda que o aumento do mínimo vai ajudar nas negociações coletivas de categorias que têm sua data-base neste segundo semestre. O percentual de aumento do mínimo vai servir como base para que essas categorias também possam ter um aumento real do piso salarial, ou seja, correção além do índice inflacionário.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Licença Creative Commons
Este obra foi licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution-ShareAlike 2.5 Brasil.