Pages

Subscribe:

domingo, 15 de janeiro de 2012

Quando a AFP manipulou o discurso de Hugo Chávez.


O Capitalismo degenera o ser humano.  Isso é  axiomático e inexorável.  O controle que esses loucos pelo capital manifestam sobre os meios de comunicação é algo assaz preocupante  e perturbador.        Os  habitantes do planeta  decididamente não estão seguros.

Se nada acontecer, que possa alterar a forma como manipulam as informações, pouco restará para aqueles que lutam em defesa da paz mundial e acreditam num futuro de liberdade para a raça humana.      Sabemos, por outro lado, que  a historiografia tem sido ditada por esse tipo de gente promíscua e medonha.   Todavia para eles, felizmente,   também aconteceram algumas derrotas e reveses  fragorosos. Nesse magistral e sinistro  controle de poder e de  informações, pensamentos contrários  se opuseram a esse poderoso grupo. Personalidades  brilhantes perderam suas vidas tentando mostrar verdades desmascaradoras   muitas vezes revolucionárias e avançadas para sua época.


O homem, todavia  é uma criatura complexa que, infortunadamente talvez conheça melhor suas plantações  e os seus cavalos  do que a si próprio. Há dezenas de séculos  os humanos reconheceram a importância  incontestável das Ciências  aplicadas as vastas  perspectivas da humanidade  e ao seu futuro. Mas o conservadorismo inato associado a vileza de muitos  é tal que nos apequena lamentavelmente  diante de  grandiosas e espetaculares  realizações.

A matéria abaixo  demonstra nitidamente uma pequena parte dessa mediocridade que campeia  cérebros espalhados por muitas regiões do globo.

******************************************************************************

Agence France Presse (AFP) fez o "red-handed" bem fora de contexto de um discurso do presidente venezuelano Hugo Chavez durante a sua recepção a Mahmoud Ahmadinejad ocorrido em 09 de janeiro em Caracas.  Eis  a transcrição e o  vídeo.
Durante seu discurso, Chávez disse, não sem humor:
" O porta-voz do imperialismo dizer - e seus lacaios o papagaio - que o Irã está na Venezuela, Ahmadinejad foi em Caracas que, por agora, às 14h30, iremos, Ahmadinejad e eu quase do porão do Palácio Presidencial, ajustar nosso fogo na direção de Washington, e sai de lá grandes armas (Chavez apontando para o Palácio Presidencial, Ed) e mísseis grande, porque vamos atacar Washington.  Este é praticamente o que eles dizem. Que as colinas onde os jornalistas apenas lá (aponta do Chavez índice de uma pequena colina e encontrou os meios de comunicação, ed), será chamado aberto como esse, e que uma grande bomba vai sair. Este é praticamente o que eles dizem. Isto faz-nos rir, mas também nos coloca em alerta. Também vamos trabalhar em muitas bombas em mísseis, para continuar a guerra: nossa guerra contra nós é contra a pobreza, contra a miséria, contra o subdesenvolvimento.  Esta é a  guerra para nós! "
A versão da AFP não será retomada escolha uma música (boa) do discurso de Chávez, tendo o cuidado de remover do começo ao fim, que mostrou a ironia de que deram o sentido, de modo a dar uma conotação guerreira e  falsa:
" Ahmadinejad e eu, desde os passos do Palácio Presidencial, Washington terá como objetivo com armas e mísseis, porque vamos atacar Washington! "
Veja como são os negócios com informações da AFP, "imparcial" como afirma, sem rir. Como dissemos esta noite o nosso amigo Jean-Marc Desanti, que nos enviou a informação: " . Os bastardos são o pior tipo "Vamos acrescentar: bastardos, este é apenas o primeiro nome, porque é não há palavra para descrever a repulsa que experimentamos como lidar com um negócio.
Para anexar a imagem e o som ao texto, colocamos abaixo o discurso completo de Hugo Chávez e Mahmoud Ahmadinejad, e a versão maquiavelicamente  reduzida e deturpada  da  AFP.




mecanopolis


Versão completa

Ahmadinejad vient compter ses soutiens en... por Mecanopolis


versão da AFP

Ahmadinejad vient compter ses soutiens en... por Mecanopolis

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Licença Creative Commons
Este obra foi licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution-ShareAlike 2.5 Brasil.