Pages

Subscribe:

quarta-feira, 7 de março de 2012

Pesquisadora Hinterlaces: 52% da intenção de voto é a favor de Chávez e 34% para Capriles

De acordo com os resultados do estudo Monitor País realizado pela empresa de pesquisas de opinião Hinterlaces, 52% da intenção de voto é a favor do presidente Hugo Chávez e 34% para Henrique Capriles, informou nesta segunda-feira, 5,  Oscar Schemel.

Durante o programa A Descoberto, transmitido pelo canal privado Venevisión, Schemel apresentou os resultados do levantamento realizado até 1º de março, com uma margem de erro de 3,6%, no qual também se avaliaram aspectos referentes à saúde do chefe de Estado e o impacto que teve na opinião pública.

"Melhorou a avaliação positiva do presidente Hugo Chávez, se reduziu o juízo crítico e aumentou a posição de apoio. Intensificam-se os laços afetivos e se radicaliza o chavismo. As pessoas pensam que Chávez os leva em conta, os inclui e está atento a eles”, comentou  Schemel.


Depois do anúncio da lesão, 52% da intenção de voto estão a favor do presidente Chávez, enquanto 34% estão com Capriles. Antes do anúncio de dita lesão, a intenção de voto era de 49% e 37%, respectivamente. A distancia de ambos os índices  é de 18% a favor do chefe de Estado.

O presidente da Hinterlaces agregou que 55% da população pesquisada pensam que não há outro líder revolucionário para continuar o processo.

Aduziu que 49% pensam que um candidato independente não teria nenhuma oportunidade de ganhar as eleições presidenciais.

De igual modo, Schemel mencionou que 66% das pessoas pesquisadas têm uma avaliação positiva da gestão de Chávez.

"Para os venezuelanos o mandatário nacional deve continuar sua carreira a pesar de estar enfermo”, disse.

Enquanto 71% consideram que Chávez conseguirá curar-se de sua moléstia e participar das próximas eleições presidenciais marcadas para 7 de outubro.

Acrescentou que 54% dos pesquisados pensam que Chávez não mentiu quando disse que já estava curado do câncer, frente a 49% que consideram que o estado de saúde do presidente é grave.

Não obstante, o estudo revelou que 52% dos cidadãos estariam de acordo com um eventual adiamento na celebração das eleições para o mês de dezembro e 54% estão em desacordo que Chávez se retire da atividade política.


Fonte:  site AVN

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Licença Creative Commons
Este obra foi licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution-ShareAlike 2.5 Brasil.