Pages

Subscribe:

sexta-feira, 23 de setembro de 2011

PREFEITURA: Marta aposta na maneira petista de governar para vencer desafios da cidade.


Prefeita na Capital entre 2000 e 2004, a ministra pretende ampliar e aprimorar ações desenvolvidas em sua gestão, que até hoje beneficiam os paulistanos em diferentes setores.
Por Aline Nascimento - Portal Linha Direta


A senadora Marta Suplicy encerra a série de entrevistas do Portal Linha Direta com os pré-candidatos à Prefeitura da Cidade de São Paulo. Ela que já atuou à frente do Executivo na cidade reforça a atuação destaca que teve e a série de ações bem-sucedidas em sua gestão que até hoje beneficiam a população. Parcerias são fundamentais para construção de políticas públicas na infraestrutura, saúde e educação de São Paulo, na opinião dela.

Marta está no PT desde sua fundação, militante ativa, participou das campanhas porta a porta e depois do PT Mulher. Eleita deputada federal, passou a lutar efetivamente pelos direitos da mulher e dos homossexuais. Se candidatou ao Governo do Estado e logo depois foi eleita prefeita na Capital. Encerrada a gestão, atuou como ministra do Turismo por um ano e hoje é senadora por São Paulo.

Marta deixou 350 quilômetros de corredores de ônibus para serem construídos na cidade, mas não viu as obras saírem do papel. Ela classifica como frustrante a situação do transporte na cidade. “São Paulo precisa de transporte de massas, que é o metrô, mas existe uma segunda saída que são os corredores de ônibus. Também é preciso fazer o bilhete único valer o que é. É um abuso o preço [das tarifas] cobrado hoje, mas essa é a nossa praia, a gente sabe fazer”.

A então prefeita construiu 21 Centros de Educação Unificados (CEUs) e deixou 25 outros licitados e com terrenos prontos. Todos foram construídos por seus sucessores sem a infraestrutura planejada em sua gestão. Na Saúde, Marta destaca que principal ação é construir os três hospitais prometidos na gestão tucana. Em seguida, melhorar qualidade do atendimento nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) e nos Atendimentos Médicos Ambulatoriais (AMAs).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Licença Creative Commons
Este obra foi licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution-ShareAlike 2.5 Brasil.