Pages

Subscribe:

sábado, 30 de abril de 2011

Falece o escritor argentino Ernesto Sábato!


Com 99 anos de idade, neste sábado em decorrência de uma bronquite asmática em Santos Lugares, uma província de Buenos Aires na Argentina.
O escritor, embora ultimamente tenha se dedicado mais a pintura, foi autor de várias obras literárias de grande notabilidade provocando, em seus leitores, debates e acaloradas interpretações sobre fatos em que estavam mergulhados seus personagens literários. Suas derradeiras produções abordaram a crise que envolve o homem moderno.

Sábato foi, na juventude, militante de esquerda e realizou vários feitos como representante dessa linha de pensamento. Ao longo de sua existência atuou também como Físico,e por último, como pintor, demonstrando aquela perseverança dialética em sua produção intelectual. Isso lhe traria, por conseguinte, vários premiações e condecorações na Argentina e Alhures.

Na frente da Comissão Nacional de Desaparecidos-1983-1984 -CONADEP- órgão criado para fomentar investigações sobre as pessoas que desapareceram durante a ditadura nazifascita, vários dos levantamentos realizados culminariam com a publicação do livro Nunca Más. Tudo isso contribuiria para abrir as portas para levar a Justiça os militares que cometeram atos hediondos contra a humanidade durante a ditadura argentina.

Certa ocasião, ele disparou" Eu sou um Anarquista, " numa força que lembra a de Sócrates",no sentido melhor da palavra. O povo crê que o Anarquista é aquele que poê bombas, mas Anarquistas foram os grandes espíritos, por exemplo Léon Tolstói. - Entrevista em Bogotá junho de 1997-

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Licença Creative Commons
Este obra foi licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution-ShareAlike 2.5 Brasil.