Pages

Subscribe:

sábado, 12 de maio de 2012

Maior foto já feita da Terra é divulgada pela Roskosmos.


Dentre os vários embates, discursos e teses,  a  propósito dos  avanços tecnológicos, oriundos  dos  EUA e da ex URSS, durante a  cognominada  “ Guerra Fria” alguns resíduos,  ao que parece,  ainda persistem.

Algumas das repúblicas dos sovietes detinham e, após a fragmentação do Estado soviético, ainda   detém altíssimo  poder tecnológico em áreas da Matemática, Física, dentre outras de grande magnitude.     A  grande imprensa ocidental, como de hábito, prossegue ocultando muito do que ocorre nessas regiões demonstrando que ainda há um “certo receio”  em assentir com o superior avanço da Educação, em diversos setores de seu amplo escopo, que persiste no modelo  que outrora fora diferente do Capitalismo predador.

Nesse contexto acidentes  pontuais   e alguns muito  “ estranhos”  envolvendo aeronaves,  o caso mais bombástico, quiçá, tenha sido a “ estranha”  queda do Concorde   Tu-144 ocorrido em 1973 numa apresentação na França.  O  Concorde soviético e seu gigantismo tecnológico, que fora apresentando inclusive  meses antes que seu concorrente  fabricado pela  British Aircraft Corporation (BAC) e a companhia francesa Aérospatiale, que juntas construíram o famoso supersônico que- este  contava com  uma linha Paris-Rio nos anos 80]-  experimentaria um declive com relação ao seu concorrente franco-britânico, incluindo uma revisão de seu    projeto. Fora atingido moralmente.  Os EUA e seus lacaios saíram rindo  do fiasco russo.  Tal ocorrido contou com ampla divulgação pela imprensa mundial da época.


A superioridade da aeronave  russa  fora  escondida  e ou  atenuada, escandalosamente, pela grande mídia corporativa mundial.   Muitos  observadores e estudiosos  afirmavam e  proclamavam essa tese.                    Obviamente a imprensa pouco ou nada falou sobre isso.

Respeitáveis procedimentos e produções  científicas diversas, oriundas daquela região da extinta URSS, continuam assustando os  defensores do modelo Capitalista estadunidense. Episódios  relacionados a corrida espacial e a clara  superioridade do Socialismo, na condução e execução desses empreendimentos, levaram os EUA a construir e divulgar algumas de suas “farsas” nesse setor.           E  sobre  farsas e suas congêneres, os Eua são muito proficientes.

************************************************************************************************************* 



A maior fotografia do planeta Terra foi feita por um satélite meteorológico russo. A informação foi divulgada pela Roskosmos, a agência espacial russa, e dá conta de que a fotografia foi obtida com apenas um clique, ou seja, não se trata de montagem. A Roskosmos também informou que a fotografia tem 121 megapixels.

A agência espacial russa revelou que esse seu satélite meteorológico faz fotos da Terra a cada meia hora, como forma de monitorar as mudanças climáticas do planeta. As imagens são produzidas através de uma combinação de ondas visíveis e próximas ao infravermelho, para que a vegetação apareça em vermelho em vez de verde, como é mais comum.

Ainda de acordo com a Roskosmos, outras agências espaciais como a NASA e a ESA, da União Europeia, eventualmente divulgam fotografias da Terra, mas, no geral, elas resultam da composição de várias imagens.


fonte: site Voz da Rússia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Licença Creative Commons
Este obra foi licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution-ShareAlike 2.5 Brasil.