Pages

Subscribe:

domingo, 19 de junho de 2011

PT-SP rechaça matéria da revista Veja contra ministro Mercadante!



A famigerada revista Veja, semanário repleto de matérias tendenciosas e falaciosas, definitivamente comprometida com uma postura anti- esquerdista, a propósito sua marca indestrutível e imutável, continua promovendo desinformação, discórdias e vergonhas. É algo profundamente nauseante e de uma profundidade incomparável.
Do site do PT-sp-
Em nota, o Diretório Estadual do Partido em São Paulo também lamentou que revista semanal lance mão de requentadas ilações surgidas durante campanha de 2006.
O Portal Linha Direta publica a seguir a íntegra da nota do PT-SP rechaçando a matéria publicada pela revista Veja, que tenta associar o ex-senador, hoje ministro, Aloizio Mercadante, ao lamentável episódio de formação de dossiê nas eleições de 2006.

Nota do Diretório do Partido dos Trabalhadores do Estado de São Paulo
O Diretório do PT do estado de São Paulo vem a público rechaçar a matéria publicada pela revista Veja que tenta associar o ex-Senador, hoje Ministro, Aloizio Mercadante, ao lamentável episódio de formação de dossiê nas eleições de 2006.

É importante ressaltar que o Procurador-Geral da República da época, Antônio Fernando de Souza, na ocasião, afirmou em sua denúncia que não havia qualquer indício de participação de Mercadante nesse caso e que o Supremo Tribunal Federal, por unanimidade, votou pela nulidade e arquivamento do inquérito em relação a sua pessoa.

Nessa nova tentativa, a matéria publicada na revista Veja se auto-desmente. Quando a revista pergunta à suposta fonte Expedito Veloso "o senhor disse que o Quércia e o PT de São Paulo arrecadaram o dinheiro", ele responde: "não participei desse assunto dinheiro. Isto tem que ficar claro." Essa negativa reforça o quanto é descabida uma suposta aliança, do então senador Mercadante com o ex-Governador Orestes Quércia nas eleições de 2006.

Mercante e Quércia foram adversários políticos na disputa eleitoral de 2006 e na vida política toda, inclusive na última eleição, em 2010. É lamentável que essas requentadas ilações político-eleitorais somente apareçam agora, cinco anos depois de episódio, quando o ex-Governador Quércia faleceu e não tem como se manifestar.


18 de junho de 2011
Diretório Estadual do PT-SP

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Licença Creative Commons
Este obra foi licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution-ShareAlike 2.5 Brasil.